Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/1822/30518

TitleMonitorização e validação de sistemas construtivos da arquitetura vernácula-reinterpretação da autossuficiência de uma casa de lavoura do Minho
Author(s)Mota, Fernando Daniel Valente da
Advisor(s)Mateus, Ricardo
KeywordsArquitetura
Vernáculo
Monitorização
Autossuficiente
Sustentabilidade
Casa de lavoura do Minho
Architecture
Vernacular
Monitoring
Self-sufficient
Sustainability
Minho´s farmhouse
Issue date2014
Abstract(s)A arquitetura vernácula é reconhecida pela capacidade intrínseca de articular e resolver, com uma leitura inteligente do contexto, os condicionalismos impostos pela permanência e sobrevivência do Homem em determinado local. Entre as variantes reconhecidas nas diferentes regiões de Portugal e do mundo todas procuram criar condições de permanência e desenvolvimento social, económico e cultural, mas porque estas construções foram desenvolvidas em harmonia com os contextos em que se inserem, apresentam-se díspares, encontrando-se soluções similares apenas entre locais onde os condicionalismos climáticos, ambientais geográficos ou culturais são idênticos. Os novos desafios para a arquitetura ditam a procura de soluções mais integradas e conscientes quanto ao consumo de recursos, para que se proporcione um futuro mais equilibrado e sustentável. Neste sentido este trabalho propõe a validação e reinterpretação de alguns dos conhecimentos pragmáticos de adaptação encontrados nesta arquitetura, desenvolvidos e aprimorados ao longo de gerações, em contextos de escassez de recursos. O reconhecimento e a validação destas soluções pode diminuir conotações pejorativas que relacionam o vernáculo com subdesenvolvimento das construções e dos modos de habitar, demonstrando o potencial contemporâneo destas estratégias. Esta investigação foca-se na Casa de Lavoura do Minho, caracterizada por uma forte ligação ao terreno de cultivo e a capacidade de no passado ser autossuficiente na produção de alimento e abastecimento de energia e água. São apresentados alguns exemplares deste tipo de construções e sistematizadas as características qualitativas já reconhecidas por investigações anteriores. Algumas das soluções construtivas mais representativas foram posteriormente verificadas in situ de forma a permitir conhecer o verdadeiro desempenho destas construções e assim avaliar quais destas apresentam potencial para serem reinterpretadas no desenvolvimento de soluções mais integradas e sustentáveis para o futuro. As avaliações quantitativas demonstram que algumas das soluções e métodos construtivos reconhecidos na arquitetura vernácula permitem desenvolver soluções que integram todas as dimensões da sustentabilidade, sendo ainda um contributo valioso para o desenvolvimento de novos edifícios e intervenções de reabilitação. Reconhecer a validade ou fragilidade das soluções permite que o projeto trabalhe as características da Casa de Lavoura do Minho do ponto de vista do desenvolvimento e inovação, para uma utilização futura. Assim, o projeto assenta nos conhecimentos vernaculares reconhecidos qualitativa e quantitativamente, permitindo a criação de uma rede de ligações e relações que visem a complementaridade entre as partes e permitem que o projeto seja uma reinterpretação da Casa de Lavora do Minho, mantendo a autossuficiência por via da evolução das soluções vernáculas e também da inclusão de novos conhecimentos e tecnologias.
The vernacular architecture is recognized by the intrinsic ability to articulate and solve, with an intelligent reading of the context, the constraints imposed by the permanence and survival of man in a certain place. Among the variants recognized in different regions of Portugal and the world, all of them seek to create conditions of permanence to social, economic and cultural development, but because these buildings were developed in harmony with the contexts in which they operate, they present themselves different from each other, with similar solutions solely between places where climatic, geographical, cultural or environmental constraints are identical. The new challenges for architecture dictate the demand for solutions more integrated and aware about the consumption of resources, which provide a more balanced and sustainable future. In this sense this paper proposes the validation and reinterpretation of some of the pragmatic knowledge of adaptation found in these architecture, developed and refined over generations, in contexts of resource scarcity. Recognition and validation of these solutions can decrease pejorative connotations that relate to underdevelopment the vernacular buildings and modes of inhabiting, demonstrating the contemporary potential of these strategies. This research focuses on Casa de Lavoura do Minho (Minho’s Farmhouse), characterized by a strong connection to land cultivation and the ability to be self-sufficient in the past for the production of food and energy and water supply. Some examples of this type of constructions are presented and systematic qualitative characteristics already recognized by previous research. Some of the most representative building solutions were then evaluated in situ to allow to know the true performance of these constructs and thus assess which of these have the potential to be reinterpreted in the development of more integrated and sustainable solutions for the future. Quantitative evaluations demonstrate that some of the solutions and construction methods recognized in vernacular architecture enable you to develop solutions that integrate all dimensions of sustainability, being still a valuable contribution to the development of new buildings and rehabilitation interventions. Recognize the validity or weakness of solutions enables the design to process features of Casa de Lavoura do Minho (Minho’s Farmhouse) from the standpoint of development and innovation for future use. Thus, the project is based on qualitative and quantitative vernacular knowledge recognized, allowing the creation of a network of connections and relationships that seek complementarity between the parties and allowing the project to be a reinterpretation of the Casa de Lavoura do Minho (Minho’s Farmhouse), maintaining self-sufficiency through the development of vernacular solutions and also the inclusion of new knowledge and technologies.
TypeMaster thesis
DescriptionDissertação mestrado integrado em Arquitectura (área de especialização em Construção e Tecnologia)
URIhttps://hdl.handle.net/1822/30518
AccessOpen access
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado
EAAD - Dissertações de Mestrado


Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID