Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/1822/32305

TitlePreparação do regresso a casa: evolução da condição de saúde do doente dependente no autocuidado e dos conhecimentos e capacidades do membro da família prestador de cuidados, entre o momento da alta e um mês após no domicílio
Author(s)Petronilho, Fernando
KeywordsMembros da família prestadores de cuidados
Autocuidado
Conhecimentos
Capacidades
Preparação do regresso a casa
Issue dateDec-2007
PublisherFORMASAU, Formação e Saúde, Lda
CitationPetronilho, Fernando (2007). Preparação do Regresso a Casa. Coimbra: Formasau
Abstract(s)Resumo: O presente estudo tem por finalidade explorar o fenómeno do regresso a casa do doente dependente no autocuidado após hospitalização, na perspectiva quer da evolução da condição de saúde do doente face ao seu desempenho no autocuidado, quer dos conhecimentos e capacidades dos membros da família prestadores de cuidados para o exercício desse papel. Deste modo, pretende-se promover o conhecimento sobre o fenómeno do regresso a casa e contribuir para a melhoria da qualidade do exercício profissional dos enfermeiros. A amostra do estudo é constituída por noventa e sete participantes: doentes e respectivos membros da família prestadores de cuidados. O estudo, como já referimos, é predominantemente exploratório. Para a sua concretização construímos dois formulários: formulário 1 – aplicado no momento da alta clínica e formulário 2 – aplicado um mês após, no domicílio. Estes instrumentos de recolha de dados pretendem obter informação sobre a condição de saúde do doente, os conhecimentos e capacidades do membro da família prestador de cuidados, os recursos disponíveis no domicílio e o processo profissional de preparação do regresso a casa por parte dos enfermeiros. A exploração das variáveis do estudo foi efectuada através de análise estatística descritiva e inferencial, recorrendo ao programa SPSS (Statistical Package for the Social Sciences). Os resultados obtidos revelam que os conhecimentos e capacidades dos cuidadores parecem ser determinantes para a condição de saúde do doente no domicílio. No entanto, a situação contrária também parece ter fundamento, uma vez que os cuidadores familiares que demonstram ter mais competências são os que cuidam dos doentes com maior deterioração da sua condição de saúde. O estudo revela, ainda, uma deficiente continuidade de cuidados no fenómeno de preparação do regresso a casa dos doentes dependentes no autocuidado. Apesar dos enfermeiros desempenharem um papel central neste processo, existem áreas onde se identificam oportunidades de desenvolvimento para a profissão, contribuindo, deste modo, para a melhoria da qualidade de vida dos doentes e familiares cuidadores. Apesar dos deficientes recursos de que dispõem e de toda a sobrecarga gerada pelo exercício do papel, os cuidadores declaram a vontade de renunciar, até ao limite das suas capacidades, à institucionalização do familiar dependente. Abstract: The present study intends to explore the phenomenon of the return to the domicile of the ill that are self care dependent after hospitalization, in the perspective of the evolution of the health condition of the ill in relation to its performance in the self care area and the knowledge and capacities of the caregivers for the practice of this role. As follows, it is intended to promote the knowledge on the process of the return to the domicile, contributing for the improvement of the quality of the professional exercise of nursing. The sample of the study is constituted by 97 participants: ill and caregivers. The study, as we already said, is predominantly exploratory. For the matter, we elaborated two different forms: form 1 - applied at the moment of the post discharge, and 2nd form - applied one month later, at the domicile. These instruments for our data gathering intend to provide information of the health condition of the ill, knowledge and capacities of the caregivers and resources at the domicile, as also the professional process of training to return to the domicile by the nurse’s behalf. The exploration of the variables of the study was effectuated by analysis descriptive and inferential statistics, using the program SPSS (Statistical Package for the Social Sciences). The results reveal that the knowledge and capacities of the caregivers seem to be determinative for the health condition of the ill at the domicile. However, the contrary situation also seems to occur, the caregivers that demonstrate to have more abilities are the ones that take care of the ill with severe health condition. The study also reveals a deficient continuity of healthcare in the phenomenon of preparation to return to the domicile of the ill that are self care dependent. Despite the nurses playing a central role in this process, there are areas where they identify chances of development for the profession and, in this way, contributing for the improvement of the quality of life of the ill and the caregivers. Despite the deficient resources of the caregivers and all the overload work generated, these reveal to resign until the limit of there capacities the institutionalization of the dependent familiar.
TypeBook
URIhttps://hdl.handle.net/1822/32305
ISBN978-972-8485-91-7
AccessOpen access
Appears in Collections:ESE-CIE - Livros e Capítulos de Livros / Books and Book Chapters

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Preparacao do Regresso a Casa 2007.pdfLivro completo14,85 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID