Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/1822/52039

Title“It’s entirely possible to write ‘Architecture Fiction’ instead of ‘Science Fiction’”: ficção e arquitetura, realidades do cinema
Author(s)Ferreira, Francisco Manuel Gomes Costa
KeywordsFicção
Realidade
Ambiguidade
Facto
Alucinação
Issue date2016
PublisherAssociação de Investigadores da Imagem em Movimento (AIM)
Abstract(s)Partindo da afirmação do crítico Bruce Sterling que lhe dá título, a comunicação procurará enunciar processos de articulação e sobreposição entre os imaginários da arquitetura e do cinema; através da apresentação e desmontagem da curta-metragem Anywhere (2014), ensaiar-se-á uma argumentação sustentada na convicção de um carácter ficcional da arquitetura, entendido aqui enquanto mecanismo privilegiado na construção das realidades propostas pelo cinema. Tais realidades resultam assim de uma transformação da ilusão implícita ao cinema em ambiente narrativo credível, o que, julgamos, induz na perceção uma ambiguidade operativa entre o que se projeta - enquanto realidade - e o que se representa - enquanto ficção. Neste processo, a utilização da arquitetura como sujeito fundamentalmente discursivo e poético - qualidades afinal já inerentes à sua identidade disciplinar - vem acrescentar verosimilhança ao simulacro da representação, transformando a reprodução da realidade - através da narrativa ficcional - em efetiva construção. No limite dos seus possíveis argumentos, a comunicação reconhecerá então a cumplicidade entre Arquitetura e Cinema enquanto relação mediada entre a procura de um reconhecimento objetivo do real e a capacidade de tornar esse real numa alucinação, que é também, como afirmou André Bazin, um facto.
TypeConference paper
URIhttps://hdl.handle.net/1822/52039
e-ISBN978-989-98215-6-9
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:EAAD - Comunicações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Actas-VI Encontro Anua lAIM (capítulo).pdf305,39 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID