Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/1822/53242

TitleTesouros numismáticos baixo-imperiais de contextos domésticos de Bracara Augusta
Author(s)Machado, Diego Santos Ferreira
Advisor(s)Martins, Manuela
Ribeiro, Jorge
Issue date2017
Abstract(s)A economia das cidades romanas possuía uma estreita relação com a massa e a circulação monetária, com indiscutível impacto social, pois conheciam períodos de aceleração e estagnação, que deixam vestígios na quantidade de moedas em circulação, a qual pode ser avaliada com base nos tesouros monetários ou nos numismas soltos que se encontram nas escavações realizadas em meio urbano. No caso de Bracara Augusta, possuímos já alguns importantes indicadores que apontam para um constante crescimento da massa monetária ao longo de todo o período romano, em conformidade com o que se conhece do desenvolvimento económico da cidade. Menos conhecido será, porventura, o contexto económico baixo imperial, razão que justifica este trabalho, centrado nos resultados do estudo dos tesouros monetários deste período, identificados em contextos domésticos. Com efeito, conhecem-se até ao momento seis tesouros descobertos em habitações com ocupação baixo-imperial e tardo antiga. Deles faremos um breve enquadramento para nos centrarmos na análise aprofundada das moedas de dois desses ocultamentos procedentes da zona arqueológica do Seminário Conciliar de S. Pedro e S. Paulo/Seminário de Santiago e da chamada ‘Casa da Bica’, situada no limite nordeste da área vedada da Colina da Cividade, junto ao teatro romano de Braga. Tendo por base o estudo exaustivo dos dois tesouros procurámos identificar os períodos de maior e menor fluxo monetário e proceder à sua caracterização, pretendendo-se identificar os centros emissores representados, a partir dos quais foi possível perceber quais as regiões do Império que tiveram maior relevo no abastecimento monetário da cidade baixo imperial.
The economy of the roman cities suggests an intimate relation with the mass and the monetary circulation, with clear social impact, presented by periods of acceleration and stagnation that leave traces in the quantity of currencies in circulation, which can be evaluated by the monetary treasures or the loose coins found in excavations carried out in urban areas. In the case of Bracara Augusta, we already have some important indicators that point to a constant growth of the monetary mass throughout the roman period, in accordance with the available data about the economic development of the city. Lesser known, perhaps, is the late imperial economic context, which justifies this work, centered on the study of the monetary treasures of this period, identified in domestic contexts. Indeed, until now we know six treasures discovered in late imperial and late antiquity occupations. On these we will make a brief framework to focus on the analysis of the coins of two occultations which were identified on the archaeological zones of the Seminary of St. Peter and St. Paul/Seminary of St. James and the socalled 'Casa da Bica', located at the closed area of Colina da Cividade, next to the Roman theater of Braga. Based on the exhaustive study of the two treasures, we sought to identify the periods of greatest and smallest money flow and proceed to their characterization, aiming to identify the emitting centers represented, from which it was possible to perceive which regions of the Empire that had major relief in the late imperial city's money supply.
TypeMaster thesis
DescriptionDissertação de mestrado em Arqueologia
O conjunto de dados (datasets) associado a este trabalho encontram-se disponíveis no DataRepositóriUM em: https://doi.org/10.34622/datarepositorium/ID6UZ5
URIhttps://hdl.handle.net/1822/53242
AccessOpen access
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado
UAUM - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Diego Santos Ferreira Machado.pdf4,56 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID