Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/1822/53462

TitlePorque é que pais e mães fumadores fumam dentro de casa?
Author(s)Precioso, José
Araújo, Ana Carolina
Samorinha, Ana Catarina Carvalho
Correia, Cláudia Rafaela Gomes
KeywordsConsumo de tabaco no domicílio
Determinantes
Prevenção
Smoking at home
Determinants
Prevention
Issue date2016
PublisherInstituto Superior de Psicologia Aplicada
JournalAnálise Psicológica
CitationPrecioso, J., Araújo, A. C., Samorinha, C., Correia, C. (2016). Porque é que pais e mães fumadores fumam dentro de casa? Análise Psicológica, 34 (4), 391-402.
Abstract(s)Este estudo pretende identificar os fatores que influenciam os pais fumadores a fumar ou não dentro de casa. Realizaram-se, por telefone, entrevistas semiestruturadas a 10 pais e 10 mães, de crianças do 4º ano de escolaridade, fumadores que fumavam em casa, e a 10 pais e 10 mães fumadores, mas que não o faziam em casa. A análise de conteúdo mostrou que a preocupação com a saúde dos filhos e o mau cheiro foram os principais motivos mencionados pelos progenitores para não fumarem no domicílio. A comodidade e as condições meteorológicas foram as principais razões dos progenitores para fumarem no domicílio. Os pais fumadores que não fumam em casa parecem ter maior consciência dos riscos de fumar no domicílio para a saúde dos filhos, enquanto que os pais que fumam no domicílio fazem-no essencialmente por comodismo e desconhecimento aparente das consequências negativas desse comportamento. Deverá ser prioridade da educação para a saúde melhorar o conhecimento dos pais sobre as consequências da exposição ao fumo passivo. É indispensável que os profissionais de saúde das várias especialidades se envolvam no tratamento da dependência tabágica, promovendo a cessação tabágica dos pais, sendo esta a via mais segura para garantir casas livres de fumo.
This study aims to identify the factors influencing smoking parents to smoke or not to smoke at home. Semi-structured interviews were held by phone with parents of children in the 4th grade: 10 smoking fathers and 10 mothers who smoked at home, and 10 smoking fathers and 10 mothers who did not smoke at home. The content analysis revealed that concern about the health of children and the bad smell were the main reasons mentioned by parents not to smoke at home. The comfort and weather conditions were the main reported reasons to smoke at home. Smoking parents who smoke at home seem to have greater awareness of the risks of smoking indoors to the health of children while parents who smoke at home do it mainly for comfort and apparent ignorance of the negative consequences of that behavior. The improvement of parental knowledge about the consequences of exposure to secondhand smoke should be a priority of health education. It is essential that health professionals of different specialties are involved in the treatment of tobacco dependence, promoting smoking cessation among parents, which is the safest way to ensure the creation of smoke-free homes.
TypeArticle
URIhttps://hdl.handle.net/1822/53462
DOI10.14417/ap.912
ISSN0870-8231
e-ISSN1646-6020
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:CIEC - Artigos (Papers)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Porque é que pais e mães fumadores fumam dentro de casa_Revista Análise Psicológica.pdf80,4 kBAdobe PDFView/Open

This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID