Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/1822/60267

TitleArte urbana como metodologia de reabilitação urbana: o caso do bairro social Quinta do Mocho
Author(s)Boas, Paulo Bernardo Salgado Vilas
Advisor(s)Moutinho, Natacha Antão
KeywordsArte urbana
Espaço público
Reabilitação urbana
Bairro social
Quinta do Mocho
Street art
Public space
Urban rehabilitation
Social housing
Issue date2019
Abstract(s)Todo este trabalho desenvolve-se em torno do estudo e reflexão acerca da arte urbana, enquanto estratégia e instrumento de reabilitação dos espaços públicos urbanos, mais especificamente espaços com problemas físicos, sociais e económicos. Procuro do mesmo modo apresentar e esclarecer as potencialidades desta manifestação artística, bem como os benefícios que a sua aplicação oferece tanto a estes espaços como a quem os frequenta e utiliza. O espaço público ocupa uma posição muito importante na vida da população, e como tal, a sua degradação ou abandono pode ter consequências no funcionamento e vivência da cidade. São estes espaços e as relações que este proporciona, que permitem um desenvolvimento equilibrado e harmonioso de uma cidade, logo deve existir uma atenção especial sobre eles. Com esse pensamento, ações como as de reabilitação urbana, que procuram recuperar e melhorar estes espaços não só fisicamente, mas também económica e socialmente, são cada vez mais uma necessidade e uma solução para muitos dos problemas da contemporaneidade. A arte urbana enquanto ferramenta de transformação da imagem, identidade e qualidade visual do espaço público, tem vindo a ser empregue em muitos projetos nacionais e internacionais de reabilitação urbana. Estas situações levantam inúmeras questões como qual a importância da estética e da imagética enquanto fator de reabilitação, e de que modo é que estes fatores de natureza física e material contribuem para um melhoramento do quotidiano urbano a nível socioeconómico. Assistiu-se no bairro social Quinta do Mocho, um exemplo deste tipo de iniciativas, procurando uma mudança positiva das condições sociais e físicas oferecidas aos moradores. Foi nesta área residencial, excluída socialmente e em más condições físicas, que a arte urbana foi utilizada como forma de inclusão social, qualificação do espaço público e renovação da imagem e identidade do bairro. Este caso, serve nesta pesquisa, como forma de exemplificação e comprovação dos benefícios e resultados que este método alternativo de reabilitação urbana pode proporcionar às comunidades mais fragilizadas. A arte urbana surge como uma transformação física que valoriza e enriquece o espaço, muitas vezes degradado e monótono, com cor, vida e criatividade. Esta arte pode potenciar nos espaços como o bairro Quinta do Mocho, uma “metamorfose” experienciada pela mesma, que outrora era associada ao vandalismo e atualmente é considerada como um dos mais marcantes movimentos artísticos do séc. XXI.
All this work is developed around the study and reflection about street art as a strategy and instrument of urban public spaces rehabilitation, more specifically spaces with physical, social and economic problems. I also try to bring forward and clarify the potentialities of this artistic expression, as well as the benefits that its application offers both to these spaces and to those who frequent and use them. The public space has a very important position in the life of the population, and as such, its degradation or abandonment can have consequences on the function and experience of the city. It's these spaces and the relations that they provide, that allow a balanced and harmonious development of a city, so there must be special attention upon them. With this in mind, actions such as urban rehabilitation, which seek to recover and improve these spaces, not only physically but also economically and socially, are increasingly a necessity and a solution to a lot of the contemporaneity problems. The street art as a transformation tool of the image, identity and visual quality of the public space, has been used in many national and international urban rehabilitation projects. These situations raise many questions such as the importance of the aesthetics and the imagery as a rehabilitation factor, and how these physical and material factors contribute to an improvement at the socioeconomic level of the urban daily life It was seen in Quinta do Mocho, an example of this type of initiative, seeking a positive change in the social and physical conditions that are offered to the residents. It was in this residential area, socially excluded and in poor physical conditions, that street art was used as a form of social inclusion, public space qualification and image and identity renovation of the neighborhood. In this research, this case serves as a way of exemplifying and proof the benefits and results that this alternative method of urban rehabilitation can provide to the most fragile communities. The street art emerges as a physical transformation that values and enriches with color, life, and creativity, the space, often degraded and monotonous. This art can potentiate in spaces like Quinta do Mocho social housing, a “metamorphosis” that was experienced by the same, wich once was associeated to vandalism and now is considered one of the most remarkable artistic movements of the 21st century.
TypeMaster thesis
DescriptionDissertação de mestrado integrado em Arquitectura (área de especialização em Cidade e Território)
URIhttps://hdl.handle.net/1822/60267
AccessOpen access
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TESE_Paulo Bernardo Salgado Vilas Boas.pdf22,91 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID