Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/1822/63864

TitleOs Sistemas de Informação em Enfermagem e a produção de Indicadores de Qualidade – uma experiência com um grupo de alunos em Ensino Clínico: prevenção, diagnóstico e intervenção
Author(s)Petronilho, Fernando
KeywordsSistemas de Informação em Enfermagem
Indicadores de qualidade
Focos de atenção de alta sensibilidade aos cuidados de enfermagem
CIPE
Issue date2008
PublisherFORMASAU, Formação e Saúde, Lda
JournalRevista Sinais Vitais
CitationPetronilho, Fernando (2008). Os Sistemas de Informação em Enfermagem e a produção de Indicadores de Qualidade – uma experiência com um grupo de alunos em Ensino Clínico: prevenção, diagnóstico e intervenção. Revista Sinais, 77, pp.10 – 19. Coimbra
Abstract(s)O trabalho realizado centra-se no domínio dos Sistemas de Informação em Enfermagem (SIE). Teve como finalidade sensibilizar um grupo de alunos sobre a importância dos SIE na gestão da informação clínica e, em particular, a importância da produção de indicadores de qualidade a partir da relação de cuidados, traduzindo o exercício profissional dos enfermeiros. Foi realizado numa unidade de medicina e em contexto de ensino clínico. Ao envolver alunos de enfermagem, este trabalho teve uma intenção fundamentalmente pedagógica, visto os resultados aqui apresentados são fruto do trabalho dos profissionais da unidade onde decorreu o ensino clínico e apenas com um contributo muito modesto daqueles face ao seu nível de competências. No entanto, tendo como pretexto a produção de indicadores como referimos, permitiu criar com os alunos um espaço de reflexão muito importante sobre a natureza específica da enfermagem e a sua utilidade no contexto da saúde, mui¬to centrado nos cuidados em que os enfermeiros podem dar os maiores contributos para os ganhos em saúde das pessoas, ou seja, uma discussão particularmente focalizada na utilidade social da enfermagem enquanto profissão e disciplina do conhecimento. A amostra é constituída por 40 doentes internados durante as seis semanas em que decorreu o ensino clínico. Foram identificados catorze (14) focos de atenção de alta sensibilidade aos cuidados de enfermagem, constituindo estes matéria-prima para a produção de um total de setenta (70) indicadores de qualidade, dos quais vinte e oito (28) de processo, um (1) de eficácia diagnostica e quarenta e um (41) de resultado.
TypeArticle
URIhttps://hdl.handle.net/1822/63864
ISSN0872-8844
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:ESE-CIE - Artigos em Revistas Nacionais / Papers in National Journals


Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID