Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/1822/66432

TitleArchaeometalurgical analysis and archaeological contextualization of a bronze spearhead from Gralheira (Muro Mountain Range, Baltar, Paredes, North Portugal).
Author(s)Bettencourt, Ana M. S.
Silva, Maria Antónia
Castro, Fernando
Silva, António Manuel S. P.
Manteiga Brea, Alexandre
KeywordsNW Portugal
Late Bronze Age
Spearhead
Mettallurgy
Context
NO. de Portugal
Bronze Final
Ponta de lança
Contexto
Composição química
Issue date2017
PublisherGlyphos Publicaciones
Citationin N. Hernández Gutiérrez, J. Larrazabal Galarza, R., Portero Hernández (Coords.), Arqueología en el Valle del Duero. Del Paleolítico a la Edad Media (Porto, 2016), Zamora: Glyphos Publicaciones, 210-219.
Abstract(s)Este trabalho visa dar a conhecer o contexto de achado e a composição química de uma ponta de lança de alvado curto e de folha ligeiramente losângica com nervura central, inserível no Bronze Final e inédita. Esta foi encontrada na serra do Muro, freguesia de Baltar, concelho de Paredes, distrito do Porto. A serra do Muro corresponde a um monte com uma implantação orográfica dominante na região sobre os vales dos rios Ferreira e Sousa, este afluente da margem norte da bacia do Douro, em área rica em recursos primários e secundários de estanho. No topo deste acidente geomorfológico foi edificado um povoado proto-histórico que figura na literatura arqueológica especialmente pelo grande perímetro e espessura das suas muralhas pétreas. Apesar da proximidade destes dois contextos arqueológicos não há qualquer indicação precisa de que estejam vinculados, podendo esta peça constituir um depósito. Não sendo muito frequente o achado de pontas de lança no NO português, conhecem-se todavia alguns contextos, todos eles correspondentes a depósitos. É o caso da ponta de lança de Badim, de morfologia similar, que apareceu enterrada na base do monte cónico de Nossa Senhora da Graça, em Monção, e desvinculada do castro aí existente, localizado, aliás, em vertente oposta. Outros achados similares associados a montes são os do Outeiro do Rego, em Lama Chã, Montalegre, e o da Quinta do Telhado, no Monte da Penha, em Guimarães, ambos associados a afloramentos. Apesar das diversas pontas de lança conhecidas no NW português, apenas as duas de Vale Travesso, em Montalegre, foram alvo de análise de composição química (BOTTAINI 2012: 49-52), pelo que os resultados das análises arqueometalúrgicas obtidas por espectrometria de fluorescência de raios X da ponta de lança do Muro, contribuirão, certamente, para o conhecimento da metalurgia do Bronze Final do NO.
TypeConference paper
URIhttps://hdl.handle.net/1822/66432
e-ISBN978-84-946124-0-4
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:DH - Comunicações em encontros internacionais/Papers at International Meetings

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
SILVA_A_CASTRO_F_BETTENCOURT_AMS_SILVA_A.pdf2,73 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID