Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/1822/6914

TitleCrianças, tecnologias e aprendizagem : contributo para uma teoria substantiva
Author(s)Ramos, Altina
Advisor(s)Freitas, Cândido Varela de, 1936-
Camlong, André
Sequeira, Maria de Fátima
Issue date2005
Abstract(s)Esta investigação integra-se no ramo de doutoramento em Estudos da Criança, área de conhecimento de Tecnologias da Informação e Comunicação. A tecnologia transforma a realidade educativa, mas não é o único agente de transformação (Fielding & Lee, 1998). Porque essa realidade é complexa e multifacetada, o objectivo desta investigação é estudar os factores intervenientes no processo de utilização de TIC em actividades de aprendizagem, principalmente de língua, e das conexões entre eles, processo que conduzirá à criação de uma teoria substantiva. O trabalho de campo decorreu durante dois anos lectivos em duas escolas – uma do Primeiro e outra do Segundo Ciclos – e durante um ano numa Escola Secundária. Incluiu principalmente actividades de escrita, sobretudo com processador de texto, mas também com meios convencionais. Os alunos desenvolveram ainda algumas actividades de pesquisa de informação na Web e de comunicação oral/conversação através de videoconferência. Estas actividades Fiz a recolha de dados a partir de três fontes – a observação, as entrevistas aos alunos e os comentários dos professores envolvidos. Para o tratamento e análise desses dados recorri a técnicas sugeridas pela grounded theory, com o apoio de um programa informático de análise qualitativa de dados, o NUD*IST. Situo este estudo no paradigma da investigação qualitativa e opto por um eclectismo metodológico (Shanahan & Newman, 1997). Mantenho, no entanto, como linha orientadora principal a grounded theory que visa criar conhecimento, construir teoria enraízada nos dados sistematicamente derivados da prática (Glaser & Strauss, 1967; Strauss, 1995; Strauss & Corbin, 1990, 1997). Para estes autores, a investigação começa com uma área de estudo, que no meu caso foi Crianças, Tecnologias e Aprendizagem, e o que for relevante para essa área emerge ao longo do estudo. Os resultados mostram as inter-relações expressas em cada proposição, das proposições entre si e das conexões entre a proposição central e as outras. Essa rede de correlações, centro da teoria substantiva, é complexa porque as situações educativas estudadas também o são. Dessa complexidade emerge, com clareza, que a interacção dos alunos com os pares, com os professores e com as TIC contribui para o desenvolvimento da sua competência de comunicação. Esta é a proposição central sendo, portanto, o centro da teoria substantiva.
This investigation belongs to the Doctorship area of Child Studies, within the domain of Information and Communication Technologies (ICT). Technology changes educational reality, but it isn’t the only agent of transformation. (Fielding & Lee, 1998). Being a complex and multi-fold reality, the aim of this investigation is to study the intervening factors in the process of using ICT in learning activities, mainly of language and of the connections among them, a process that will lead to the creation of a substantive theory. Fieldwork included mainly writing activities, most of all with word processor, but conventional means were also used; students were still engaged in some Web research of information activities and in oral communication /conversation trough videoconference. It went on for two school years in two different schools – a Primary and a Basic school (age levels 10-12) – and for a year in a Secondary school. There were three sources of data collection – observation, interviews to students and comments from involved teachers. For data treatment and analyses several techniques suggested by grounded theory were used, supported by the qualitative data analsys software, NUD*IST. This study lies within the qualitative investigation paradigm and there is an option for methodological eclectism (Shanahan & Newman, 1997). However, the mainstream line is the grounded theory, trying to create knowledge, building theory grounded in the data that are systematically derived from practice (Glaser & Strauss, 1967; Strauss, 1995; Strauss & Corbin, 1990, 1997). For these authors, investigation has its starting point with an area of study, in this particular case Children, Technologies and Learning and whatever is relevant for this area shall emerge throughout the study. The results show inter-relationships manifested in every proposition, of propositions among themselves and of the connections between the central proposition and the others. This network of correlations, the centre of the substantive theory, is complex because the studied educational situations are complex too. From that complexity it clearly emerges that the interaction of these students with their pairs, with their teachers and with ICT, contributes for the development of their competence in communicating. This being the central proposition, it is therefore, the centre of the substantive theory.
TypeDoctoral thesis
DescriptionTese de Doutoramento em Estudos da Criança
URIhttps://hdl.handle.net/1822/6914
AccessOpen access
Appears in Collections:BUM - Teses de Doutoramento


Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID