Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/1822/72989

TitleServiços dos ecossistemas hidrológicos: o caso de estudo da bacia do Rio Vez
Author(s)Carvalho-Santos, Claudia
Monteiro, A.
Honrado, João P.
Nunes, J. P.
KeywordsAlteração climática
Bacia do Rio Vez
Modelo hidrológico SWAT
Ocupação do solo
Serviços hidrológicos
Issue date27-Apr-2018
Abstract(s)O Homem precisa dos ecossistemas para usufruir de serviços relacionados com a água, tais como: quantidade e qualidade da água, e controle da erosão do solo. A produção de serviços de ecossistema hidrológicos é influenciada não só pelas alterações climáticas, mas também pela mudança na ocupação do solo. É pois importante conhecer os impactos hidrológicos destes stressores ambientais para uma melhor gestão adaptativa às mudanças globais. Os efeitos separados e combinados da alteração da ocupação e uso solo e das condições climáticas futuras na prestação de serviços hidrológicos foram avaliados na bacia do rio Vez, Noroeste de Portugal. O modelo eco-hidrológico SWAT (Ferramenta de Avaliação de Água e Solo) foi calibrado em relação ao caudal, sedimentos, nitratos e evapotranspiração, com uma boa concordância entre as previsões do modelo e os dados observados. Foram aplicados quatro cenários de ocupação do solo em condições climáticas atuais (eucalipto/pinheiro; carvalho; agricultura/vinha e vegetação rasteira) para ver as consequências para a sazonalidade do caudal, a qualidade da água em termos de nitratos e a erosão do solo. Posteriormente, foram aplicados cenários climáticos para os períodos 2021-40 e 2041-60 usando o cenário RCP 4.5, e comparados o período de controle 1971-2000. Por fim, os efeitos combinados de condições climáticas futuras foram avaliados sob os cenários de ocupação do solo. Os resultados para o uso solo revelaram que a opção por um determinado cenário não comprometeria a prestação global de serviços hidrológicos. Embora as alterações climáticas tenham apenas um efeito modesto na redução do caudal anual (-7%), o efeito sobre os caudais de verão foi mais acentuado (entre -15% e -38%). Os efeitos combinados das alterações climáticas e uso do solo podem melhorar ou degradar a provisão de serviços hidrológicos. O declínio do caudal anual devido às mudanças climáticas poderá ser agravado num cenário de floresta de eucalipto/pinheiro, com especial ênfase na redução de caudais no verão (entre -34% e -49%). Por outro lado, os picos de caudal e a erosão do solo poderão ser atenuados. Num cenário de aumento da área de vinha a redução do caudal anual é menos afetada, mas as concentrações de sedimentos e nitratos no rio serão agravadas. Os resultados, salientam a necessidade de se considerar os impactos tanto do clima como da ocupação do solo na gestão de bacias hidrográficas. A modelação permite simular cenários que são úteis para os decisores tomarem opções informadas para a gestão e ordenamento do território
TypePanel presentation
URIhttps://hdl.handle.net/1822/72989
Peer-Reviewedno
AccessOpen access
Appears in Collections:CBMA - Comunicações/Communications in Congresses


Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID