Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/1822/73032

TitleMétodos para determinação de contaminantes fecais presentes na água
Author(s)Vaz, Helena
Santos, Eliana
Bettencourt, Ana Paula
Bento, M. Fátima
KeywordsQualidade da água
Análise
Issue date4-May-2018
CitationH. Vaz, E. Santos, A.P. Bettencourt, F. Bento, Métodos para determinação de contaminantes fecais presentes na água, V Encontro em Técnicas de Caracterização e Análise Química, Universidade do Minho, Braga, 4 de maio de 2018.
Abstract(s)Uma água de qualidade respeita determinados requisitos físicos, químicos e biológicos, requisitos esses que podem variar consoante a sua aplicação. Apenas 1% de toda a água na Terra pode ser utilizada para consumo humano, logo o acesso e gestão de recursos hídricos de qualidade assume cada vez maior importância na atualidade. O aumento exponencial da população mundial, mais evidente nos países em desenvolvimento, vem dificultar cada vez mais a distribuição segura de água potável ao maior número possível de pessoas [1]. Ao nível microbiológico, a água deverá estar livre de bactérias patogénicas de modo a ser considerada potável e segura para consumo humano. Um dos maiores problemas associados à qualidade microbiológica da água resulta da contaminação direta ou indireta por matéria fecal, devido à variedade de microrganismos potencialmente perigosos para a saúde que esta contém. Alguns exemplos desses microrganismos são a Escherichia coli (doença diarreica), Salmonella typhii (febre tifoide) ou Vibrio cholerae (cólera). Com o objetivo de evitar a propagação de doenças, a contaminação microbiológica é eliminada através de tratamentos de desinfeção da água. Ainda assim, o controlo de qualidade da água após o seu tratamento, é feito de um modo rigoroso de modo a confirmar a eficácia da desinfeção e assegurar que a água da rede de distribuição está em conformidade com os requisitos exigidos. A avaliação microbiológica da água é efetuada recorrendo-se à pesquisa de alguns microrganismos específicos, conhecidos como microrganismos indicadores. Os mais utilizados são os coliformes pois estão tipicamente associados a contaminação de origem fecal [1], [2]. Neste trabalho são descritos os métodos de deteção e enumeração de coliformes a partir de dois métodos clássicos: o método de filtração por membrana (TFM) e o método do número mais provável (NMP). Estes métodos baseiam-se na capacidade destes microrganismos fermentarem a lactose, avaliando-se o crescimento de colónias típicas, produção de gás ou até mesmo a produção simultânea de ácido e gás. Para uma deteção qualitativa recorre-se a testes de presença-ausência, que se baseiam numa simples alteração da coloração teste para obter a confirmação da presença de coliformes [3], [4]. [1] World Health Organization, “Microbial aspects,” in Guidelines for Drinking-water Quality, 3rd ed., Geneva: World Health Organization (WHO) (2008) 121–144. [2] N. Ashbolt, W. Grabow, and M. Snozzi, “Indicators of microbial water quality,” Water Qual. Guidel. Stand. Heal. (2001), 289–316. [3] K. F. Eckner, “Comparison of membrane filtration and multiple-tube fermentation by the Colilert and Enterolert methods for detection of waterborne coliform bacteria, Escherichia coli, and Enterococci used in drinking and bathing water quality monitoring in southern Sweden,” Appl. Environ. Microbiol., 64 (1998) 3079–3083. [4] S. N. Zulkifli, H. A. Rahim, and W.-J. Lau, “Detection of contaminants in water supply: A review on state-of-the-art monitoring technologies and their applications,” Sensors Actuators B Chem. 255 (2018) 2657- 89.
TypePoster
URIhttps://hdl.handle.net/1822/73032
Peer-Reviewedyes
AccessRestricted access (UMinho)
Appears in Collections:CDQuim - Comunicações e Proceedings

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
V ETCAQ_Helena Vaz.pdf
  Restricted access
Resumo96,71 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID