Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/1822/39564

TitleHabitar sem ver: a amplificação sensorial ao longo de um percurso entre o Largo Condessa do Juncal e a Veiga de Creixomil
Other titlesInhabit without seeing: a sensory amplification along a path between the Largo Condessa do Juncal and Veiga de Creixomil
Author(s)Almeida, Carla Marina dos Santos
Advisor(s)Oliveira, Maria Manuel
Juan, Marta Labastida
Issue date2015
Abstract(s)Habitar sem ver: a amplificação sensorial ao longo de um percurso entre o Largo Condessa do Juncal e a Veiga de Creixomil é um trabalho que reflete sobre os sentidos do homem, sobre a paisagem e sobre o habitar, sem ver. É, através do exercício de projeto, um estudo do modo como os sentidos e a sua assimilação podem influenciar a estratégia de intervenção, concetual e morfologicamente. O projeto traduz-se, portanto, no desenho de um percurso na cidade de Guimarães que faz a ligação entre uma zona de caráter urbano e consolidado e uma zona de atividade agrícola, o centro da cidade e Veiga de Creixomil, respetivamente. Mais do que uma união destas duas formas de ocupação, o percurso é um elemento gerador de sensações a quem o percorre, essenciais ao entendimento do território, através dos sentidos. Aliado ao seu desenho, surge um conjunto de intervenções pontuais onde a principal premissa se prende à amplificação da informação sensorial irradiada nos espaços em que se inserem, de modo a ser percecionada por quem não vê. Em suma, trata-se de um trabalho que pretende ingressar num universo onde os sentidos possuem um papel preponderante, quer na seleção dos lugares a intervir, quer na elaboração do desenho de projeto. É uma reflexão sobre o que é perceber, sem ver.
Inhabit without seeing: a sensory amplification along a path between the Largo Condessa do Juncal and Veiga de Creixomil is a work that reflects on the meanings of man on the landscape and on the dwell, without seeing. It is, through the design, a way to study how the senses and their assimilation may influence the intervention strategy, conceptual and morphologically. The project translates, thus, on a drawing of a path in the city of Guimarães that make the connection between a consolidated urban area and an area of agriculture, the city center and Veiga de Creixomil, respectively. More than an union of these two forms of occupation, the path is a sensation generating element to whom the courses, essential to understanding the territory, through the senses. Coupled with its design, there is a set of isolated interventions where the main premise is related to the amplification of the irradiated sensory information in the spaces in which they operate, in order to be perceived by those who do not see. In short, it is a work that pretends to enter in an universe where the senses have a leading role, both in the selection of places to intervene, when developing the project design. It is a reflection on what is to perceive without seeing.
TypeMaster thesis
DescriptionDissertação de mestrado integrado em Arquitectura (área de especialização em Cultura Arquitetónica)
URIhttps://hdl.handle.net/1822/39564
AccessOpen access
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado
EAAD - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Habitar sem ver.pdf392,1 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID