Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/1822/49251

TitleA experiência educativa na formação inicial de professores
Other titlesEducational experience in initial teacher education
Author(s)Vieira, Flávia
KeywordsFormação inicial
Experiência educativa
Pedagogia da experiência
Initial teacher education
Educational experience
Pedagogy of experience
Issue date2013
PublisherFundação Universidade Regional de Blumenau (FURB)
JournalAtos de Pesquisa em Educação
CitationVieira, F. (2013). A experiência educativa na formação inicial de professores. Atos de Pesquisa em Educação, 8(2), 768-795.
Abstract(s)No presente texto discute-se o lugar da experiência educativa na formação inicial de professores, argumentando-se a favor de uma epistemologia praxeológica direcionada à interrogação e à transformação da educação escolar. Parte-se de uma crítica ao modo como os programas de formação tendem a afastar-se da sua função profissionalizante, silenciando a experiência educativa e favorecendo a hegemonia do conhecimento acadêmico, o que reforça o divórcio entre quem pensa e quem pratica a educação e impede a formação de profissionais reflexivos. Ainda a este propósito, são evidenciados problemas que afetam o estágio nesses programas e o modo como as reformas de orientação transformadora podem encontrar resistência, sinalizando a prevalência de uma cultura fragmentada e desprofissionalizada, face à qual se torna necessário contrapor a agência dos formadores no estudo e avanço da sua profissão. Finalmente, apresenta-se uma estratégia que pode favorecer uma pedagogia da experiência na formação – análise e construção de casos de ensino. Ao promover uma epistemologia praxeológica na reconfiguração do conhecimento profissional, a estratégia gera processos de aprendizagem potencialmente transformadores e emancipatórios, para além de favorecer a produção de conhecimento sobre a formação.
The present text discusses the place of educational experience in initial teacher education, arguing for a praxeological epistemology aimed at interrogating and transforming school education. A critical stance is taken towards the way teacher education programmes tend to deviate from a professionalising purpose by silencing educational experience and favouring the hegemony of academic knowledge, which reinforces the divorce between those who think and those who act in education, and hampers the development of reflective professionals. Problems affecting the practicum in those programmes are pointed out, as well as the way transformative reforms may encounter resistance that signals the prevalence of a fragmented, deprofessionalised culture. This culture calls for the agency of teacher educators in the study and advancement of their profession. Finally, a strategy that can favour a pedagogy of experience in teacher education is presented – the analysis and construction of teaching cases. By fostering a praxeological epistemology in the reconfiguration of professional knowledge, the strategy generates potentially transformative and empowering learning processes. Furthermore, it favours the production of knowledge about teacher education.
TypeArticle
URIhttps://hdl.handle.net/1822/49251
e-ISSN1809-0354
Peer-Reviewedyes
AccessRestricted access (Author)
Appears in Collections:CIEd - Artigos em revistas científicas internacionais com arbitragem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
A experiência educativa na formação inicial de professores.pdf
  Restricted access
573,82 kBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID