Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/1822/72352

TitleAos meus (queridos) amigos: a adaptação do romance de Maria Adelaide Amaral para as telas e a memória da ditadura brasileira
Other titlesAos meus (queridos) amigos: the adaptation of Maria Adelaide Amaral's novel to the screens and the Brazilian dictatorship memory
Author(s)Natalino, Laís Gonçalves
KeywordsAdaptação
Maria Adelaide Amaral
Ditadura brasileira
Memória
Adaptation
Brazilian dictatorship
Memory
Issue date29-Jun-2020
PublisherUMinho Editora
JournalRevista 2i: Estudos de Identidade e Intermedialidade
CitationNatalino, L. G. (2020). "Aos meus (queridos) amigos": A adaptação do romance de Maria Adelaide Amaral para as telas e a memória da ditadura brasileira. Revista 2i: Estudos De Identidade E Intermedialidade, 2(1), 115-126. https://doi.org/10.21814/2i.2513
Abstract(s)Este artigo dedica-se ao (re)conhecimento da obra intermediática da autora luso-brasileira Maria Adelaide Amaral e busca destacar os eventos sociais e políticos - em especial no que se refere ao período da ditadura no Brasil - que são resgatados na adaptação do romance Aos Meus Amigos (1991) para a televisão na minissérie Queridos amigos (2008) exibida pela Rede Globo. O texto está organizado a partir de três pontos: uma breve descrição da vida e obra da autora; a discussão da importância das minisséries na construção de sua carreira e principalmente na recuperação da História do/no Brasil; e o resgate à ditadura brasileira através da adaptação de Aos Meus Amigos (1991). Pretende-se, portanto, dar visibilidade e destaque ao trabalho de Maria Adelaide Amaral como mulher, novelista e dramaturga que experienciou a ditadura e expõe essa experiência em sua obra.
This paper aims to review the intermediatic work of the Luso-Brazilian author Maria Adelaide Amaral. In addition, it seeks to highlight social and political events - especially with regard to the dictatorship period in Brazil - that are revisited in the adaptation of the novel Aos Meus Amigos (1991) for television with the mini-series Queridos amigos ( 2008) broadcasted by Rede Globo. The text is organized from three points: a brief description of the author's life and work; a discussion about the importance of miniseries in the construction of the author's career and mainly the importance of miniseries for recover History in/of Brazil; and the rediscovering the Brazilian dictatorship through the adaptation of Aos Meus Amigos (1991). It is intended, therefore, to give visibility and prominence to the work of Maria Adelaide Amaral as a woman, novelist and playwright who experienced the dictatorship and exposes this experience in her work.
TypeArticle
URIhttps://hdl.handle.net/1822/72352
DOI10.21814/2i.2513
e-ISSN2184-7010
Publisher versionhttps://doi.org/10.21814/2i.2513
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:UMinho Editora - Artigos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AOS MEUS (QUERIDOS) AMIGOS.pdf415,1 kBAdobe PDFView/Open

This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID