Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/1822/74569

TitleO logótipo nas marcas de moda: os elementos da sua composição
Author(s)Araújo, Ana Clara Calixto Lins de
Advisor(s)Amaral, Inês Castro Vasconcelos Martins
Cunha, Joana
KeywordsModa
Comunicação
Logótipo
Cultura
Fashion
Communication
Logo
Culture
Issue date2021
Abstract(s)Este trabalho se dedica ao estudo do significado e da perceção do elemento primário da identidade visual: o logótipo, em marcas de moda portuguesas e brasileiras. O mundo de hoje está cada vez mais repleto de marcas, e novas surgem a cada dia – o que torna o relacionamento entre marca e consumidor cada vez mais delicado e exigente, levando a preocupação e necessidade de se estabelecer uma comunicação clara em todos os pontos de contato da marca. São muitos os fatores que levam uma marca a se tornar reconhecida, mas certamente sem uma comunicação eficiente isso não acontece. É preciso levar em consideração as preferências e especificidades do público, e considerar fatores como a cultura, género e faixa etária no momento de pensar em como se comunicar. Esse diálogo precisa ser estabelecido desde os primeiros pontos de contato do cliente com a marca, entre eles está o elemento de estudo desta investigação o logótipo. O objetivo principal da investigação é perceber quão representativos são os logótipos das marcas de moda considerando suas estruturas gráficas e em dois países com culturas distintas, através de uma análise de conteúdo. Para isso, foi feita uma recolha em websites de pesquisa que resultou em 747 marcas (350 de origem brasileira e 397 de origem portuguesa), retiradas de websites de moda, que foram analisadas em um software estatístico a partir de critérios pré-estabelecidos. Logo após feita a análise, concluiu-se que poucas são as diferenças estabelecidas entre marcas de moda portuguesas e brasileiras de mesma categoria de produto, género e faixa etária – a exceção do estilo de letra, idioma e variedade de cor - e que apesar da cultura ser um fator extremamente importante a ser considerado na criação de um logótipo, a influência que a globalização possui hoje se mostrou um fator de maior relevância, fazendo com que as marcas se adaptem e utilizem uma linguagem global. Sobre a caracterização das marcas foi visto que: a maioria possui duas cores, o branco e o preto e uma harmonia monocromática; uma minoria possuí símbolo nas suas composições; possuem em sua maioria letras inalteradas, e um estilo de letra moderno; quanto ao idioma os nomes mais usados são de línguas estrangeiras.
This work is dedicated to the study of the meaning and perception of the primary element of visual identity: the logo, in Portuguese and Brazilian fashion brands. Today's world is increasingly full of brands, and new ones appear every day - which makes the relationship between brand and consumer increasingly delicate and demanding, taking concern and the need to establish a clear communication at all points contact details. There are many factors that lead a brand to become recognized, but certainly without efficient communication it does not happen. It is necessary to take into account the preference and specifications of the public, and consider factors such as culture, gender and age group when thinking about how to communicate. This dialogue needs to be established from the customer's first points of contact with the brand, among them is the element of study of this investigation the logo. The main objective of the investigation is to perceive how representative are the logos of the fashion brands considering their graphic structures and in two countries with different cultures, through a content analysis. For this, a request was made on research sites that resulted in 747 brands (350 of Brazilian origin and 397 of Portuguese origin), taken from fashion sites, which were analyzed using statistical software using pre-defined criteria. Right after an analysis, it is estimated that there are few differences between Portuguese and Brazilian fashion brands of the same product category, gender and age group - with the exception of the font style, language and color variety - and that despite the culture it is an extremely important factor to be considered in the creation of a logo, the influence that globalization has today shows itself to be a factor of greater generation, making brands adapt and use a global language. Regarding the characterization of the brands, it was seen that: most have two colors, white and black and a monochromatic harmony; a minority has a symbol in their compositions; they mostly have unchanged letters, and a modern style of letter; In relation to language the most used names are from foreign languages.
TypeMaster thesis
DescriptionDissertação de mestrado em Design de Comunicação de Moda
URIhttps://hdl.handle.net/1822/74569
AccessOpen access
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação_Ana+Clara+Calixto+Lins+de+Araújo.pdf4,54 MBAdobe PDFView/Open

This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID