Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/1822/76227

TitleDoença mental e recovery: programa de intervenção domiciliário
Author(s)Macedo, Ermelinda
KeywordsDoença mental
Recuperação
Programa de intervenção
Mental Illness
Mental disease
Recovery
Intervention program
Issue dateNov-2021
PublisherInstituto Piaget
CitationMacedo, E. (2021). Doença mental e recovery: programa de intervenção Domiciliário. In Desouzart G (Ed.), Proceedings of the 2nd International Congress of Health and Well-Being Intervention - ICHWBI2021 and the 1st International Conference on Human Kinesiology – 1st ICOHK; 2021 May 28-29; Viseu, Portugal. (p. 27). ISBN (e-book): 978-989-759-154-9
Abstract(s)Introdução: O recovery da pessoa com doença mental, para além de uma recuperação clínica, prevê também uma recuperação profundamente pessoal, centrada nos objetivos e expectativas das pessoas. Nesta perspetiva, a pessoa assume um lugar central nos cuidados, num processo interativo com os profissionais. Objetivo: avaliar o impacto de um programa de intervenção domiciliário na promoção do recovery. Métodos: foi realizado um estudo quase-experimental com desenho antes-após, de grupo único, que implicou a implementação programa de intervenção individualizado e multidisciplinar, com intervenção de psicólogos, enfermeiros e assistente social. O programa teve três momentos de avaliação (M0, M1 e M2), nos quais foram aplicados os mesmos instrumentos de colheita de dados. Foram implementadas 16 sessões no domicilio durante 4 meses (1 sessão por semana) a 25 sujeitos com uma média de idades de 49, 4 anos, selecionados após a alta hospitalar. Excluiram-se pessoas com diagnósticos de toxicodependências e demência. Instrumentos: Questionário de Avaliação Sociodemográfica e Clínica; Instrumento de Avaliação de Necessidades (IAN) (construído pelos investigadores); EuroQol-5D (EQ-5D); Escala de Satisfação para o Suporte Social (ESSS); Mini Mental State Examination; Índice de Graffar. Todos os procedimentos éticos foram garantidos. Resultados: verificou-se uma evolução positiva com grande significado na QdV (EQ-5D), na Dimensão Doença e na Dimensão Ambiente, do IAN. Relativamente à ESSS os sujeitos apresentaram valores satisfatórios nos três momentos. Conclusões: atendendo à QdV, ao suporte social e à satisfação das necessidades de pessoas com doença mental, este programa revela resultados positivos com grande potencial para a definição de modelos de intervenção promotores do recovery, baseados nas necessidades de cada pessoa.
TypeAbstract
URIhttps://hdl.handle.net/1822/76227
ISBN978-989-759-154-9
Publisher versionhttps://healthwellbeingcongress.ipiaget.org/pt-pt/abstracts/
Peer-Reviewedyes
AccessOpen access
Appears in Collections:ESE-CIE - Livros de atas / Papers in conference proceedings

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Proceedings of the ICHWBI 2021 ´paginas 27.pdf1,96 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID