Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/1822/8603

TitleA arqueologia e as tecnologias de informação: uma proposta para o tratamento normalizado do registo arqueológico
Author(s)Ribeiro, Maria do Carmo Franco
Advisor(s)Martins, Manuela
Henriques, Pedro Rangel
KeywordsArqueologia
Informática
Issue date3-May-2001
Abstract(s)Os trabalhos de armazenamento, tratamento e divulgação da informação arqueológica vêm beneficiando, há já algum tempo, das vantagens dos suportes informáticos, nomeadamente dos Sistemas de Informação Geográfica e das Bases de Dados Relacionais. No entanto, na grande maioria dos casos, o tratamento informático dos resultados obtidos nas diferentes etapas do processo de investigação arqueológico, aparece abordado de forma quase sempre isolada. Existem sistemas informáticos para o tratamento dos dados obtidos nos trabalhos de prospecção, de escavação ou mesmo para o estudo dos materiais arqueológicos. No entanto, todos são geridos de forma independente. Esta situação impede uma visão de conjunto dos dados obtidos nas diferentes etapas do processo arqueológico e dificulta o intercâmbio directo entre os distintos procedimentos e conhecimentos. O levantamento das diferentes etapas do processo de investigação arqueológica e do tratamento informático a que estas podem ser sujeitas, bem como, das ferramentas informáticas disponíveis, permitiu estabelecer dois objectivos principais para este trabalho. Por um lado, pretende-se ensaiar um sistema de informação que permita integrar todo o processo de investigação arqueológica, e, por outro, adiantar sugestões e apontar soluções para a recolha da informação no campo, de forma normalizada, prática e eficaz. O desenvolvimento do nosso trabalho consistiu, por isso, na conceptualização de um sistema de informação arqueológica centralizado numa base de dados convergente, fixa, a partir da qual serão alimentadas bases de dados móveis. Às bases de dados móveis será fornecida informação parcial, disponibilizada pela base de dados central, informação essa considerada essencial para a realização das tarefas de campo. Do mesmo modo, será a partir da informação recolhida no campo, armazenada nas bases de dados móveis, que numa fase posterior se alimentará a base de dados central. Este sistema suporta o registo, o armazenamento e a exploração da informação arqueológica e garante a sua correcta ligação à cartografia, por forma a facilitar a posterior interpretação e publicação dos resultados. Paralelamente ao desenvolvimento de um sistema informático que sirva a investigação arqueológica, analisou-se de forma detalhada a informação que deve constar nos formulários para preenchimento no campo, quer durante a prospecção, quer na fase de escavação, pelo que propomos um conjunto de fichas/formulários normalizados, em suporte de papel e digital.
TypeMaster thesis
DescriptionDissertação de Mestrado - Área de Especialização de Arqueologia Urbana
URIhttps://hdl.handle.net/1822/8603
AccessOpen access
Appears in Collections:BUM - Dissertações de Mestrado
DH - Dissertações de Mestrado/Master Thesis
UAUM - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TESE_MESTRADO.pdf1,68 MBAdobe PDFView/Open

Partilhe no FacebookPartilhe no TwitterPartilhe no DeliciousPartilhe no LinkedInPartilhe no DiggAdicionar ao Google BookmarksPartilhe no MySpacePartilhe no Orkut
Exporte no formato BibTex mendeley Exporte no formato Endnote Adicione ao seu ORCID